domingo, 22 de março de 2015

TODOS OS SERES HUMANOS POSSUEM ESPÍRITOS REENCARNADOS?


O leitor Edir Maurício, de Volta Redonda (RJ), em carta publicada nesta mesma edição, pergunta-nos se todos os seres humanos possuem Espíritos reencarnados.

Sim, todos os seres humanos são dotados de Espíritos.

O correto, porém, não é dizer que os seres humanos “possuem espíritos”, mas sim que os seres humanos são Espíritos reencarnados.

Há no homem três elementos essenciais:

1.° A alma ou Espírito, princípio inteligente em que residem o pensamento, a vontade e o senso moral.

2.° O corpo, invólucro material que põe o Espírito em relação com o mundo exterior.

3.° O perispírito, invólucro fluídico, leve, imponderável, que serve de laço e de intermediário entre o Espírito e o corpo.

Quando o invólucro exterior – o corpo físico – está sem condições de funcionar, advindo daí a morte corpórea, o Espírito o abandona.

A morte é, contudo, apenas a destruição do envoltório corporal, que a alma não mais utilizará, conservando porém seu invólucro fluídico ou perispírito.

Em síntese, podemos concluir: a união da alma, do perispírito e do corpo material constitui o homem. A alma e o perispírito separados do corpo constituem o ser chamado Espírito. A alma é assim um ser simples; o Espírito um ser duplo e o homem um ser triplo.

Segundo a doutrina espírita, três são os estados em que podemos encontrar os Espíritos:
estado de Espírito encarnado, isto é, ligado a um corpo;
estado de Espírito errante, isto é, desencarnado;
estado de Espírito puro.

O primeiro estado diz respeito aos homens.

O segundo estado diz respeito aos Espíritos desencarnados, que se encontram, então, na chamada erraticidade.

O terceiro estado, que é o definitivo, é o dos Espíritos depurados de todas as imperfeições.

O assunto foi tratado por Allan Kardec na questão 226 d´O Livro dos Espíritos, a seguir reproduzida:

226. Poder-se-á dizer que são errantes todos os Espíritos que não estão encarnados?

“Sim, com relação aos que tenham de reencarnar. Não são errantes, porém, os Espíritos puros, os que chegaram à perfeição. Esses se encontram no seu estado definitivo.”

Nota de Kardec: “No tocante às qualidades íntimas, os Espíritos são de diferentes ordens, ou graus, pelos quais vão passando sucessivamente, à medida que se purificam. Com relação ao estado em que se acham, podem ser: encarnados, isto é, ligados a um corpo; errantes, isto é, sem corpo material e aguardando nova encarnação para se melhorarem; Espíritos puros, isto é, perfeitos, não precisando mais de encarnação”.

O leitor pode obter outras informações sobre o assunto no cap. II, Noções elementares de Espiritismo, itens 7 a 14, da obra O que é o Espiritismo, de Allan Kardec.