segunda-feira, 2 de março de 2015

O QUE É CAPTAÇÃO ANÍMICA?



O que é Captação Anímica?

Captação Anímica é uma nova abordagem de tratamento psíquico em que o sensitivo acessa as informações do campo de energia de uma pessoa e realiza um tratamento. Na Captação Anímica pode ser tratada a vida atual e também as vidas passadas de alguém. Como as energias acessadas estão além do tempo e do espaço, não é necessário que o sensitivo ou captador esteja presente fisicamente com o atendido. Essa terapêutica pode ser feita a distância, pois tudo ocorre pela via mental, Anímica e energética.

Quem pode ser atendido com a Captação Anímica?

Em princípio, pessoas, animais e até vegetais podem se beneficiar com a captação. Não apenas encarnados, mas também desencarnados podem ser tratados. O único pré-requisito de se fazer a Captação é a pessoa desejar o tratamento e aspirar a ele. Isso significa que, para que a captação seja efetiva, a pessoa precisa concordar com a captação e desejar sua cura. Não é possível ajudar uma pessoa que não deseja ser ajudada ou tratada. A vontade de melhorar e se libertar das nossas tendências, enfermidades e apegos terrenos é uma condição sine qua non para a cura. No entanto, pessoas que estejam submetidas a internações hospitalares em estado comatoso, inconscientes ou indivíduos com graves transtornos que não estão em pleno caso de suas faculdades mentais podem fazer desde que um familiar ou amigo faça o pedido por ele. Viciados em estado grave também podem passar pela captação, já que não gozam de sua condição mental consciente.

Existe algum perigo na Captação Anímica?

Não há qualquer risco ou perigo na realização de uma captação Anímica. O máximo que pode ocorrer é a pessoa não melhorar e continuar da mesma forma. Mas ninguém passa mal ou piora após a captação. O que pode ocorrer, em alguns casos, é uma liberação de energias emocionais e Anímicas de vidas passadas, com o conteúdo do nosso passado encarnatório vindo à tona. Isso pode fazer com que a pessoa se sinta um pouco mal, fique sensível, e tenha algumas reações emocionais, mas tudo isso faz parte de uma purificação das energias. Por analogia, é como limpar um quarto todo sujo e ver toda a poeira sendo levantada. A poeira já estava lá e ela só se faz presente porque há uma limpeza em andamento. Após a higienização do ambiente, tudo fica mais puro e claro.

A Captação Anímica é eficiente?

Em nossa experiência, a captação Anímica oferece ótimos resultados, sendo uma forma de terapia que pode ser considerada com um bom grau de eficiência. Contudo, isso não nos autoriza a dizer que ela é uma panaceia que pode tratar todos os males do ser humano de uma forma rápida, e porque não dizer mágica. Não, a Captação é um tratamento como qualquer outro, que pode funcionar ou não, dependendo do caso e também do esforço pessoal de cada um no rumo da transformação interior. Ninguém deve acreditar que, basta pedir a captação e todos os seus problemas serão resolvidos. É necessário um esforço no sentido da mudança de atitude e na purificação das emoções. Apesar de não podermos prometer cura para todos os casos, a captação tem se mostrado bastante efetiva numa série bastante numerosa e diversificada de casos.

A Captação é mediunidade?

Não, a Captação Anímica não é considerada mediúnica, trata-se de uma capacidade que é da própria pessoa, no caso, do sensitivo que a realiza. O Captador não conta com a intervenção ativa de entidades espirituais realizando a cura. O Captador não incorpora um espírito e nem é orientado por um para a realização do trabalho. Todo o processo é feito pelo próprio sensitivo, com sua atuação direta nas energias do atendido, na purificação das vidas passadas e no encaminhamento de entidades. Não se pode negar, entretanto, que algumas vezes aparecem os guias espirituais que vem contribuir com o trabalho, mas todo o andamento do trabalho é conduzido pelo captador.

Por que a captação é cobrada?

Nesse ponto é necessário fazer uma diferenciação entre mediunidade e vidência ou sensitividade. A sensibilidade Anímica é uma abertura de consciência que foi desenvolvida ao longo de uma ou mais vidas passadas de treinamento espiritual. Já a mediunidade, como todos sabem, é um karma de vidas passadas em que o médium aceita nascer com o dom mediúnico para ajudar as pessoas com sua mediunidade e com isso resgatar o seu mau karma. Ao contrário do sensitivo, o médium não deve cobrar pelos seu trabalho espiritual, pois a mediunidade é um dom que lhe foi dado antes de nascer, é uma faculdade que lhe foi transmitida para o cumprimento de uma missão de resgate. Aqui entra a máxima “Dai de graça o que de graça recebeste”. Isso significa que tudo aquilo que recebemos gratuitamente, ou que nos foi passado para uma missão devemos utilizar de forma também gratuita, dando sem nada receber em troca. Já a sensibilidade Anímica, como já dissemos, é uma faculdade que não foi dada ao sensitivo, ao contrário, foi desenvolvida ao longo de uma ou mais encarnações passados através de árduos treinamentos em templos, iniciações, meditações, experimentos místicos ou exercícios psicoesperituais. Trata-se de algo que a pessoa desenvolveu e que não lhe foi dado. Neste caso, nada lhe foi dado gratuitamente ou sem esforço. Por esse motivo, tudo aquilo que conquistamos com o nosso esforço, como a sensibilidade Anímica, pode ser cobrado. Já a mediunidade, que é um karma para uma missão, não deve ser cobrado, pois foi algo recebido.

Como é possível fazer a Captação à distância?

Como já dissemos, as energias Anímicas superam as fronteiras do tempo e do espaço, pois são energias que se encontram além do plano material denso. Neste caso, o sensitivo pode simplesmente acessar essas energias a distância como se elas estivessem presentes em sua consciência, e assim pode atuar diretamente nelas, tratando tudo que estiver em desarmonia.

Posso pedir para outra pessoa, parente, amigo ou conhecido?

É possível pedir o tratamento para parentes, amigos ou conhecidos desde que eles saibam, aprovem o tratamento e desejem sua cura. Se uma pessoa não quer ser tratada, forçar essa situação só poderá causar inconvenientes, além de não ser efetivo do ponto de vista terapêutico. Por outro lado, é preciso respeitar o livre arbítrio de cada pessoa e entender que cada espírito em evolução encontra-se num degrau da escala do progresso. Portanto, cada qual tem o seu ritmo e seu tempo. Apressar sua caminhada espiritual pode trazer mais malefícios que benefícios. Desejar o tratamento daqueles que não o autorizam é uma violação do livre arbítrio da pessoa.

Tenho que tratar todas as vidas passadas para melhorar?

Não, algumas vezes o tratamento de apenas uma vida passada já é suficiente para a pessoa se sentir melhor.

Crianças e animais podem fazer a captação?

Podem sim. Existem muitos casos de sucesso no tratamento de crianças e animais.

Pessoas com transtornos mentais podem fazer a captação?

Podem sim. Pessoas com qualquer tipo de transtorno mental podem realizar a captação, desde que aceitem o tratamento. Nos casos em que o transtorno não permite a pessoa decidir por si mesma um familiar ou amigo pode pedir pela pessoa.

A Captação Anímica também trata obsessão espiritual?

Sim, a captação trata casos de obsessão espiritual que se iniciaram na vida atual e também em vidas passadas. Isso ajuda não apenas o encarnado, mas também o desencarnado que se beneficia muito com o tratamento.

O obsessor pode voltar e me atormentar depois da Captação?

Não, isso não acontece por conta da captação, ao contrário. A Captação ajuda a conscientizar o obsessor e a trata-lo de qualquer mágoa, rancor, raiva ou sentimento negativo e também encaminha-lo ao plano espiritual adequado ao seu nível de desenvolvimento. A única exceção a esse caso é quando a própria pessoa, o encarnado, traz mentalmente o desencarnado de volta, seja por saudade, por raiva ou qualquer sentimento que tenha pelo desencarnado. Nesse caso, é possível supor que o encarnado é que é o obsessor do desencarnado e não o contrário. Isso pode surpreender algumas pessoas, mas é fato que, algumas vezes, o encarnado é o verdadeiro obsessor, e não o desencarnado. Em outras situações, a obsessão é mútua e é alimentada tanto pelo encarnado quanto pelo desencarnado. No entanto, isso é raro de ocorrer, pois após o tratamento o natural é que um ou mais espíritos sejam encaminhados e eles não retornem.

A Captação trata enfermidades físicas ou só problemas emocionais?

A Captação não vai tratar diretamente nenhum problema físico e isso precisa ficar bem claro. O sensitivo vai trabalhar apenas com as energias da pessoa, e qualquer melhora física ou Anímica que por ventura a pessoa tiver será uma consequência do tratamento espiritual. Por exemplo, uma pessoa sofre dores terríveis de cabeça há 4 anos. Na captação vamos acessar uma vida passada e tratar a origem dessa dor, que pode ser, por exemplo, uma morte traumática onde a pessoa morreu com pauladas na cabeça. A harmonização desse trauma pode ter como efeito uma purificação nas energias que pode promover uma melhora emocional e mental que pode se refletir no bem estar físico. Estamos enfatizando esse ponto porque somente o profissional médico pode, por lei, tratar o organismo material e doenças físicas. Inclusive, é importante que a pessoa não abandone o tratamento médico para fazer apenas a captação Anímica. É necessário trabalhar nos dois níveis, físico e espiritual.

É possível receber mensagens de um ente querido já falecido?

Esse não é o objetivo da captação Anímica. A finalidade da captação é predominantemente terapêutica, e não conhecer a condição espiritual de um desencarnado, pois esse seria um trabalho mais voltado à mediunidade, e que não deve ser cobrado, como explicamos anteriormente. Aqueles que desejam receber uma psicografia de um ente querido devem procurar centros espíritas ou espiritualistas. Há ainda alguns centros no Brasil que trabalham com a entrega de cartas de falecidos. No entanto, devemos advertir que não é algo saudável alguém desejar receber de todas as formas uma mensagem de um ente querido. O desencarnado está agora num outro plano de existência e realidade e tem agora um caminho diferente daquele que os seres humanos conhecem na matéria. Ficar desejando comunicação a todo custo pode prejudica-los em sua nova morada, de modo que a melhor coisa a se fazer diante da morte de um ente querido é orar por eles, transmitir-lhes energias elevadas, e aceitar que eles partiram. O desapego é um dos sinais de evolução espiritual.

Autor: Hugo Lapa

Atendimento com Captação Anímica

Mande um e-mail para camilaregressao@gmail.com para pedir o seu atendimento.

Curta nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/pages/Caminho-Espiritual/657441534330930?ref=hl