segunda-feira, 19 de março de 2012

APOMETRIA PARTE 3:

Apometria parte III : Os 07 Raios e sua ação no tratamento apométrico

A explicação sintetizada  sobre cada um: AQUI
Cada um deles teve papel importante na missão de Jesus. Seraphis Bay como já informou o médium Roger Paranhos foi Kardec (na época de Jesus era o centurião Cornélio), Hilarion foi Paulo de Tarso, Nada foi Maria mãe de Jesus, Saint Germain foi José o pai de Jesus, El Morya foi o sábio Melchior, Lanto foi o primo de Jesus João Batista que é conhecido na umbanda como o orixá Xangô e por fim Rowena que foi a principal apostola e companheira de Jesus em sua missão, Maria de Magdala.

Devido a atual encarnação missionária na Terra, Lanto (João Batista) foi substituído por Ramatis (conhecido na GFB como mestre Kuthumi). Vale ressaltar aqui que Francisco de Assis não foi uma reencarnação de Ramatis, mas sim uma das encarnações de João Evangelista e também do profeta do VT Daniel. Ramatis foi o matemático Pitágoras e na época de Jesus era o sábio Apolônio de Tiana .

Primeiro raio: azul. O fluido universal na tonalidade azul é usado nos tratamentos onde é necessário o perdão. Na forma das águas age como um purificador, limpando mesmo as tristezas mais profundas, que impedem o perdão. El Morya ( Mago Melchior) é o senhor desse raio. É o raio que ajuda na renovação dos conhecimentos que são divulgados através de médiuns, assim como a água faz florescer o alimento na terra, motivando a busca pela evolução, através do esforço intelectual e sentimental de renovação e perdão, respectivamente. Sua atuação é no chacra laríngeo (na garganta). Sua palavra é perdão.

Segundo raio: dourado. O fluido universal na tonalidade dourada é usado nos tratamentos de educação e condicionamento da consciência, reequilibrio da razão afetada por intensos traumas emocionais e também, no caso do desenvolvimento dos médiuns, para sabedoria e ascensão da consciência. Na forma de gotas de ouro brilhante age como um farol, guiando a consciência que recebe a sua luz para o seu foco e o conseqüente favorecimento da elevação dos padrões de pensamento, fortalecendo a vontade da pessoa para vencer vícios. Kuthumi (Ramatis) é o senhor desse raio. Sua atuação é no chacra coroa ou coronário (topo da cabeça), agindo como um farol que guia a consciência a sua ascensão, fortalecendo sua vontade (se buscar se alinhar vibratoriamente a essa energia) a triunfar sobre os vícios morais e materiais. Esse chacra está ligado à glândula pineal, e pode ser energizado tanto pelo topo da cabeça como pela base da nuca. Sua palavra é sabedoria.

Terceiro raio: rosa. O fluido universal na tonalidade rosa é usado no despertar do amor, o sentimento de fraternidade, compaixão e caridade que muitas vezes fica obscurecido pelas desilusões, tristezas que a pessoa enfrenta ao longo da vida, alem do cultivo do egoísmo. Na forma de uma rosa trazendo a beleza do seu desabrochar o perfume de suas pétalas, ela ajuda a substituir a tristeza pela alegria e a desilusão pela esperança e o egoísmo por uma vontade ser mais útil ao próximo. Rowena (Maria de Magdala) é a senhora desse raio. Sua atuação é no chacra cardíaco (na direção do coração). É a energia que também auxilia na expansão do amor incondicional pelo gênero humano. Sua palavra é amor.

Quarto raio: branco. O fluido universal na tonalidade branca é usado para motivar os sentimentos de paz e harmonia. Na forma de um diamante translúcido e cheio de brilho, seus raios desfazem as nuvens mentais de preocupação, incerteza, motivando o equilíbrio e uma maior busca pela espiritualização. Seraphis Bay ( Kardec/Akhenaton) é o senhor desse raio . Sua atuação é no chacra básico, genésico ou sexual (base da coluna e órgãos sexuais), pois equilibra a energia kundalínea que sobe através do chacra Raiz ou Fundamental , que esta localizado entre o órgão sexual e o anus , apontando para a terra. A kundaline vinda diretamente da terra, quando equilibrada pelo raio branco evita distúrbios sexuais e apego excessivo a matéria, criando uma maior harmonia entre o material e o espiritual. Sua palavra é harmonia.

Quinto raio: verde. O fluido universal na tonalidade verde é usado para restabelecer a saúde do corpo físico, reequilibrio do metabolismo, vitalizar o organismo com carência energética e baixo magnetismo, ajudando na recuperação de processos que envolvem doenças instaladas no corpo físico e astral, bem como nos casos de processos de vampirização, onde ocorre a perda energética para obssessores. Hilarion ( Paulo de Tarso) é o senhor desse raio. Sua atuação é no chacra esplênico (baço), o chacra responsável por absorver a vitalidade do campo energético (aura) e distribuí-la pelos demais centros de força, alem de estar ligado ao sistema digestivo. Da mesma forma que o sistema digestivo queima os alimentos e os transforma em energia, a energia verde dilui a energia enegrecida que está contaminando o corpo físico e astral, é como o verde das matas que enche de vida a terra sobre a qual nasce, com todas as suas plantas e ervas limpando, muitas vezes por meio de defumações, as energias negativas causadoras dos distúrbios e doenças. Sua palavra é saúde.

Sexto raio: vermelho rubi. O fluido universal na tonalidade vermelha é o raio responsável por estimular o dinamismo, a coragem, a obstinação e a fé na execução de um objetivo. Nos trabalhos apométricos é normalmente ligado a criação mental de um manto vermelho, conhecido como manto de Maria, que envolve o paciente para que ele tenha força, coragem e fé para enfrentar a provação ou doença para a qual ainda não possui o mérito para a cura. A responsável pelo raio vermelho é a mestre Nada que foi na época de Jesus sua mãe, Maria. Seu manto traz a força e a coragem com a qual ela revestiu Jesus para enfrentar sua difícil missão na Terra. Sua atuação é no chacra umbilical (umbigo) que a partir dali se liga a todo o sistema nervoso do corpo físico e influi diretamente no campo emocional do espírito, estando este chacra diretamente ligado ao chacra cardíaco. Além disso essa atuação do raio vermelho diretamente no chacra umbilical simboliza a ligação de Maria com todos os seus filhos, como o cordão umbilical que une o ser em desenvolvimento a sua mãe. Sua palavra é coragem.

Sétimo raio: violeta. O fluido universal na tonalidade violeta é o raio responsável pela transmutação, a queima total do karma negativo. Enquanto o raio verde atua na ajuda aos efeitos do karma negativo, trazendo alivio e melhoria as doenças, o raio violeta atua diretamente na causa, diretamente no corpo mental inferior que é o primeiro a manifestar os desequilíbrios vibracionais produzidos pelo espírito. Cada espírito é uma individualidade, uma inteligência (possuidora de instinto, intelecto e sentimento), inteligência essa ainda imperfeita e em evolução, fusionada a uma essência perfeita, que sustenta , vitaliza e impulsiona a evolução da inteligência (principio inteligente). A fusão na individualidade, da inteligência com essa essência perfeita, é que forma o espírito individualizado, a consciência. A inteligência é a mente, que por ser fusionada a essa essência perfeita forma uma consciência única e individualizada, diferente de todas as demais consciências. Essa essência perfeita que esta presente em cada espírito, é o EU superior . Justamente por isso , quando vibramos negativamente, produzimos uma vibração que não é compatível com o nível superior do espírito, devido a presença dessa essência perfeita presente no espírito. Dessa forma, essa vibração negativa “desce” passando pelos corpos superiores (que por não possuírem mais principio material não absorvem essa vibração) e chega ate o corpo mental inferior, para que então continue a descida ate o corpo físico e se manifeste na forma de doenças. Quando um paciente obtém o merecimento para ser curado, ou seja, ele já cumpriu seu karma negativo, seja pelo sofrimento expiatório ou porque adquiriu méritos pela pratica do amor (e mesmo essa luz produzida pela pratica do amor ainda não foi suficiente para extirpar totalmente os fluidos e vibrações que estão nos corpos mental inferior e astral), ele obterá esse merecimento, e poderá assim receber a energia do raio violeta, que irá atuar diretamente nas faixas de passado do corpo mental inferior, apagando por completo traumas, culpas, dores as quais esse paciente não precisa mais purgar. Nesses tratamentos, essa energia aparece na forma de uma chama sutil, na cor violeta, que executa a “queima” completa do karma. Saint Germain, que foi o pai de Jesus quando o mestre encarnou na Terra, é o senhor desse raio, que atua diretamente no chacra frontal (entre os olhos, popularmente chamado de “terceiro olho”), que o chacra da espiritualidade superior , da conexão com os planos e espíritos mais superiores e esse chacra esta diretamente ligado ao chacra coronário (coroa, no topo da cabeça). Sua palavra é transmutação.


Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2010/10/apometria-parte-iii-os-07-raios-e-sua.html#ixzz1pcuVToCt